WALDIR MARANHÃO DIZ QUE SERÁ CANDIDATO A SENADOR COM OU SEM O APOIO DE FLÁVIO DINO

O deputado federal Waldir Maranhão (Avante) não gostou nada das últimas notícias oriundas do Palácio dos Leões.
Mas a pior delas, para o progressista, foi a de que o governador Flávio Dino (PCdoB) fechou questão em torno das candidaturas de Weverton Rocha (PDT) e Zé Reinaldo (PSB) ao Senado.
Maranhão sente-se traído.

Diz aos mais próximos que Flávio Dino não cumpriu o que combinou com ele ainda em 2016, em troca daquela canetada anulando o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) – relembre aqui e aqui.

O ato, como se sabe, não durou mais que 24 horas – foi revogado por ele mesmo um dia depois (releia). Mas é fato que o parlamentar, que virou chacota nacional por isso, cumpriu sua parte no acordo. Acordo proposto por Flávio Dino, por sinal.

E, segundo esse acerto, Waldir precisaria apenas tornar sua candidatura a senador viável, que o Palácio dos Leões se encarregaria do suporte partidário. Mas, pelo tom das reclamações do deputado aos aliados, nada disso ocorreu por parte do comunista.
O pré-candidato, então, tem feito questão de dizer a quem quiser ouvir que disputará o senado, sim. Com, ou sem o apoio de Flávio Dino – nem que seja contra o governador.

Era uma vez um “guerreiro do povo brasileiro“…

Fonte: Gilberto Léda

 

Um comentário em: “WALDIR MARANHÃO DIZ QUE SERÁ CANDIDATO A SENADOR COM OU SEM O APOIO DE FLÁVIO DINO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *