INSÔNIA: CONHEÇA ALGUNS SINTOMAS

insomnia_0

Imagem meramente ilsutrativa

A Insônia é o “pesadelo” do indivíduo que não consegue dormir. No entanto, é preciso identificar seus sintomas e causas, para assim tratar o problema, dessa forma seu bem-estar, saúde física e psicológica – não ficarão prejudicados.
Alguns Sintomas
• Cansaço.
• Cefaléia.
• Irritação e transtornos de humor.
• Problema de concentração.
• Prejuízo na memória.
Muitas noites mal dormidas podem causar queda na imunidade e envelhecimento precoce.
Determinadas Causas
Na maioria das vezes, a mulher é a pessoa mais atingida pelo mal da Insônia, por questões hormonais e porque ela tem um índice mais elevado de:
• Ansiedade: é a causa que atinge um grande número de mulheres e em determinadas épocas, ela pode apresentar-se bem acentuada, causando a perturbação do sono.
• Depressão: a tristeza excessiva, o abatimento extremo, desânimo e melancolia dificultam o emocional de forma absurda, os quais roubam horas de sono.
• Estresse: a correria do dia a dia deixa muitas pessoas exaustas, esgotadas e o cansaço deixa o corpo agitado, a ponto de impedir o sono.
• Preocupações.
• Efeito colateral de algum medicamento.
• Atividades estimuladoras causadas por bebidas ou remédios.
As mulheres também são mais sensíveis a ambientes mal iluminados, desconfortáveis, inadequados, o que prejudica ainda mais a insônia.
Possíveis Motivos Para A Insônia
• Diferentes ruídos e intensidade dos mesmos, em volta do ambiente de descanso.
• Tipo de cama.
• Alimentação tardia, ou ingestão de algum líquido com alto índice de cafeína.
• Atividades físicas e/ou mentais próximas ao horário de repousar.
• Cochilos constantes durante o dia.
• Alimentar-se insuficientemente, no horário noturno ou próximo ao repouso.
Bons Hábitos Para Dormir Bem:
• Procurar dormir e acordar, sempre que possível no mesmo horário.
• Evitar qualquer tipo de estimulante e refeição farta perto da hora de dormir.
• Liberado exercícios aeróbicos regulares, mas, nunca próximos ao horário sagrado do sono.
• O ambiente aonde descansa e dorme deve ser o mais silencioso possível, com iluminação controlada e temperatura agradável.
• O colchão e travesseiros devem ser adequados.
• As atividades mentais jamais devem exigir concentração ou raciocínios intensos e sim, leitura leve, preferencialmente com música suave.
• Se o parceiro sofre de apneia, ronco, bruxismo ou algum transtorno que perturbe o sono, incentive-o com vigor – a se tratar.

Fonte: Site Fina e Rica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *