POR POUCO CRIANÇA NÃO MORRE CARBONIZADA APÓS AMBULÂNCIA SAIR DE COROATÁ E PEGAR FOGO EM ITAPECURU-MIRIM

Por meio de leitores, o BLOG DO DE SÁ acabou de tomar conhecimento que por pouco uma criança que estava sendo transferida de Coroatá para São Luís não morreu carbonizada. A ambulância que levava o garotinho acabou pegando fogo em Itapecuru-Mirim e os profissionais conseguiram salvar o menino a tempo. A criança é natural de Lago da Pedra e esperava há dias uma transferência, após o acontecido, a criança já seguiu viagem por meio de um helicóptero da Polícia Militar do Maranhão.

                                                                  Veja os vídeos abaixo:

VEJA OS VÍDEOS ABAIXO:

FLÁVIO DINO ANUNCIA “LIBERAÇÃO GRADUAL” DO COMÉRCIO, SHOPPINGS CONTINUAM FECHADOS

O governador Flávio Dino (PCdoB), anunciou hoje (20), em pronunciamento online, que promoverá a uma “liberação gradual” de atividades econômicas no Maranhão a partir do dia 25 de maio.

Segundo ele, as atuais regras, mais restritivas, seguem em vigor até domingo (24). Na próxima segunda, começam a ser liberadas pequenas empresas familiares.

Esse processo iniciará, a partir da próxima segunda-feira, pelas empresas exclusivamente familiares, ou seja, estabelecimentos em que trabalham somente o proprietário e pessoas do seu grupo familiar”, declarou.

De acordo com o comunista, shopping centers seguirão fechados, e a liberação de outros segmentos econômicos dependerá de protocolos sanitários setoriais a serem aprovados pela Casa Civil, após consulta à Secretaria de Estado da Saúde (SES), a partir do dia 1º de junho.

“[Protocolos] que já estão sendo elaborados, serão apresentados pela Secretaria de Indústria e Comércio, ou pela Secretaria de Direitos Humanos, à apreciação do secretário-chefe da Casa Civil”, destacou.

O governador anunciou, ainda, que pretende promover liberações, aos poucos, ao longos dos próximos 45 dias, contados a partir da próxima segunda-feira.

Fonte: Gilberto Léda

BOLSONARISTA DE PRIMEIRA LINHA, RAIMUNDINHO DA AUDIOLAR AGORA RECEBE APOIO DO PC do B DE FLÁVIO DINO

O inconcebível na política só acontece mesmo em Presidente Dutra, e olha que o pré-candidato  a prefeito Raimundinho da AUDIOLAR (PRB) é um homem que joga de todos os lados e todo mundo já sabe, agora como ele vai se portar diante do governador Flávio Dino (PC do B) ainda é um mistério.

Isso porque não faz muito tempo que Raimundinho da Audiolar fez uma festa de arromba na Câmara Municipal de Presidente Dutra para anunciar sua filiação no PSL do Presidente Jair Bolsonaro. Também é fato que Raimundinho bancou os principais movimentos da campanha do 17 em Presidente Dutra, inclusive patrocinando carreatas e adesivaços em 2018. Publicou fotos, pegou o comando do PSL em Presidente Dutra, bancou festa da vitória do Presidente, e agora que está recebendo o apoio de um dos principais opositores de Bolsonaro ainda é uma incógnita os próximos passos do dono do grupo AUDIOLAR.

Em Presidente Dutra, muita gente já não está intendendo, Flávio Dino detesta Bolsonoro e vai apoiar um dos principais patrocinadores da campanha dele em 2018 no Maranhão que é o empresário Raimundinho da Audiolar. Mas pelo que se percebe essa é uma “VERDADE” que só mesmo o empresário é capaz de digerir.

 

JUSTIÇA PRORROGA PRISÃO DOMICILIAR DE PRESOS QUE ESTÃO NO GRUPO DE RISCO DA COVID-19 NO MARANHÃO

A 1ª Vara de Execuções Penais de São Luís (1ª VEP) publicou nova portaria que prorroga, por mais trinta dias, a prisão domiciliar para apenados do regime semiaberto incluídos no denominado grupo de risco de infecção pela Covid-19. No grupo de apenados estão idosos, hipertensos, portadores de diabetes, doenças cardiovasculares, respiratórias ou renais crônicas, portadores de HIV, mulheres grávidas e lactantes.

A Portaria nº. 05/2020, assinada pelo juiz titular da 1ª VEP, Márcio Castro Brandão, mantém as restrições e condições das portarias 02, 03 e 04, publicadas anteriormente. Assim, durante o período da prisão domiciliar, o apenado não deve se ausentar do endereço indicado à unidade prisional sem autorização do juiz; deve fazer uso de monitoramento eletrônico, havendo equipamento disponível; e se apresentar espontaneamente à unidade, no 31º após sua saída da unidade.

O descumprimento dessas medidas importará a expedição do mandando de prisão e a abertura de procedimento disciplinar para apuração da falta grave, suspensão de benefícios e, se for o caso, regressão ao regime fechado.

A prorrogação da prisão domiciliar pelo magistrado considera o atual quadro de pandemia em face da Covid-19; a situação de emergência em saúde pública declarada pelo Ministério da Saúde; e as medidas já tomadas pelo Poder Executivo para enfrentamento da doença.

O juiz Márcio Brandão também considerou a Recomendação 62 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), direcionada a tribunais e magistrados, quanto à adoção de medidas preventivas à propagação do Covid-19; as altas taxas de contaminação da doença que levaram adoção de medidas diversas como o lockdown na ilha de São Luís; e o pedido de prorrogação das prisões domiciliares feito pela Secretaria de Administração Penitenciária do Estado, em atenção aos riscos de contaminação da população carcerária e servidores da administração penitenciária.

Fonte: Neto Ferreira