PRESIDENTE NACIONAL DO PEN CONCEDE ENTREVISTA AO JORNALISTA E PROFESSOR PEDRO JÚNIOR

hqdefault

Adilson Barroso presidente nacional do PEN e jornalista Pedro Júnior

Nascido em Leme do Prado, no Vale do Jequitinhonha, Adilson Barroso Oliveira, o presidente nacional do PEN, admite; “Montar um partido é muito complicado. Ninguém quer ajudar; então, tive que pedir para meus parentes emprestarem os nomes para o diretório. Mas depois de criado, refizemos alguns diretórios com pessoas que realmente se engajavam na causa, assim chegamos a criação de um partido que veio para ficar, assim começa nossa entrevista .

1-: O que levou o senhor a criar o PEN?

Adilson Barroso PEN: A necessidade de ter um partido focado na ecologia e a sustentabilidade.

2- : O senhor acha que após essas eleições de 2014 o PEN, cresceu politicamente?

R- Com certeza o PEN elegeu 18 deputados entre federais e estaduais, tem partidos que tem mais de 40 anos de existência, e não elegeu um, vamos crescer muito mais…

3-: O senhor como presidente nacional de um partido e com grande influência no meio politico, tem se mostrado um homem e político muito acessível, acha que esse crescimento do PEN, se deve a isso?

R- Sim, claro, é necessário ter conhecimento politico e partidário, eu tenho 5 mandatos politico e o último como deputado em SP, e desde 25 anos atrás eu sou presidente de partido politico.

4-: Quais as pretensões do partido, nas futuras eleições?

R- Agora vamos focar em eleger prefeitos, vereadores por todos os estados do Brasil.

5- : Aqui no estado do Maranhão, o senhor crer que o partido tende a crescer? Os resultados aqui foram do seu agrado?

R- Com toda certeza, o presidente estadual do PEN, deputado, Jota Pinto, fez a lição de casa direitinho, está de parabéns.

6-: Arriscando um prognostico o que podemos esperar para 2016?

R- Vejo por uma ótica crescente, afinal o PEN tem se mostrado coerente na sua linha partidária e para o Maranhão, creio que o partido vai crescer muito, o PEN deve eleger mais de uma centena de vereadores, e dezenas de prefeitos e vices.

7- : No contexto nacional, o senhor acha a pretensão do impeachment viável nesse momento?

Acho, pois por mais de mil vezes o próprio PT, pediu a cassação de um presidente, e se o atual partido do governo estivesse na oposição, com certeza o impeachment, já estaria em rumo as ruas, tudo estaria muito avançado, pois costumo dizer: “Todos colhem o que plantam”.

8- : O senhor acha que o governo tem acertado ou errado, nas medidas tomadas?

R- O governo mostrou estar completamente perdido, está como um cego em tiroteio, e quando parecia que estava indo bem, na verdade estava era endividando o país, e os brasileiros se iludiram com o belo marketing do governo, mostrando um crescimento baseado só em aparência.

9-: O PEN pode lançar candidato a presidência da republica futuramente?

R- É, uma pretensão do partido, e como estamos vendo uma ingerência partidária de algumas denominações partidárias, não podemos ficar alheio, a essa situação, por isso, digo já erramos por não ter dado essa opção em 2014, na próxima eleição presidencial teremos sim, nosso representante, ao cargo maior do país.

10- : Que recado o senhor deixa ao povo brasileiro, diante do alavancamento da inflação e desemprego corriqueiro, o que fazer?

R- Quero dizer que é triste ver nosso País passar por essa situação de insatisfação, e vamos sim, torcer para mudar essa temerosa estatística passada tempos atrás, mas por enquanto, não vejo uma luz no fim do túnel, infelizmente.

A cada votação é uma responsabilidade que o leitor também é responsável, antão vamos sempre analisar todos os candidatos, só depois de muito estudo e analise vote.

Fonte: Reportagem Pedro Júnior

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *