PROFESSORES DE GOVERNADOR LUIS ROCHA CONTINUAM DE GREVE E ESTUDANTES PODERÃO PERDER O ANO

Francisco+Feitosa

Prefeito “Tico”

A greve deflagrada pelos Profissionais em Educação do município de Governador Luiz Rocha irá completar 60 dias, como o prefeito tem se recusado a dialogar e a buscar uma solução plausível junto a categoria, em assembleia geral ocorrida no ultimo dia (03), todos decidiram pela manutenção da greve até que o prefeito tome uma posição e reveja a sua insensatez em não querer, no mínimo, negociar com os professores.

IMG-20150803-WA0048

Categoria de professores reunida

Com a permanência da greve, que é um direito assegurado pela constituição, cerca de 2 mil alunos correm sério risco de perderem o ano letivo caso o prefeito Dr. Francisco Feitosa não abra o caminho da negociação e faça uma proposta coerente para quitar sua dívida. A principal causa do movimento paredista é o não pagamento referente a dois abonos na ordem de quase R$ 2.500,00 por professor.

Os líderes do movimento ainda cobram do prefeito e de seu representante na Secretaria de Educação, 4,5% do reajuste dado de forma generalizada pela União no início do ano. Com esperteza, achando que os professores vivem no mundo da desinformação, foram repassados por sua determinação somente 8,5%. Para retaliar a todos impiedosamente e forçar a volta ao trabalho, o prefeito cortou até em mais da metade, em alguns casos, o salário dos grevistas. Segundo eles, a previsão é que o fato volte a ser repetido este mês, mesmo sem nenhum amparo legal ou determinação da justiça. Os estudantes que apoiam incondicionalmente os docentes, já estão aflitos e temerosos de perderem o ano por conta da insensibilidade do prefeito Dr. Francisco Feitosa, o Tico.

Fonte: Blog do Lobão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *