VÍDEO: POLICIAL MILITAR DENUNCIA ASSÉDIO SEXUAL “NÃO AGUENTO MAIS”

Uma policial militar do Maranhão denuncia num vídeo que começou a circular nas redes nos últimos dias ter sido vítima de assédio sexual e de abuso de autoridade.

Tatiane Alves de Lima era lotada no 3º Batalhão em Imperatriz – mas diz haver sido transferida -, e também cita na longa gravação supostos casos de corrupção e propinagem.

Se vocês querem entrar na Polícia Militar, aprendam uma coisa: ou vocês entram no sistema… Sistema que eu falo é: não seja honesta, pegue propina em rua, faça tudo aquilo que não se deve fazer quando é honesta. Depois de um certo tempo, você vai ver que tudo que você fez de bom não serve de nada”, disse.

Segundo ela, o assédio sexual ocorreu quando ela tentava ingressar no Esquadrão Águia da PMMA, após ter-se habilitado em curso de moto que realizou.

Assim que me formei no meu curso de moto, o antigo comandante do esquadrão falou para mim o seguinte: ‘que enquanto ele fosse comandante do Esquadrão Águia , eu não iria para o esquadrão’, isso porque eu sofri assédio sexual, eu não cedi para ele”, destacou.

Tatiane Alves relatou, ainda, haver sido presa duas vezes injustamente. E contou que vai acionar o Estado judicialmente. Visivelmente emocionada, ela relatou que amava servir a PMMA, mas atualmente não tem condições de exercer o ofício. “Eu não aguento mais”, declarou.

                                                                  ASSISTA AOS VÍDEOS ABAIXO:

Fonte: Gilberto Léda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *