ZITO ROLIM É O CULPADO PELO NÃO FUNCIONAMENTO DO RESTAURANTE POPULAR DE CODÓ. E AGORA PREFEITO NAGIB, VAI LEVAR O CASO AO MP, OU VAI COLOCAR DEBAIXO DO TAPETE?

A reabertura do Restaurante Popular de Codó continua sendo um sonho difícil de ser realizado pelo fato de o Município estar impossibilitado de receber do governo estadual os recursos necessários ao seu funcionamento. O grave prejuízo causado à população, principalmente aos mais carentes, tem como causa irregularidades na prestação de contas de convênios firmados entre a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes) e a Prefeitura de Codó na gestão de Zito Rolim, para obras de estradas vicinais. O caso está sendo apurado em Tomada de Contas Especial aberta dia 28 de fevereiro deste ano, segundo afirmou o ex-secretário Neto Evangelista em conversa com o Blog do de Sá.
De acordo com informações da Sedes, órgão que é responsável também pela manutenção dos restaurantes populares instalados nos municípios, teria havido irregularidades na aplicação de convênios firmados com a Prefeitura de Codó para o melhoramento de estradas vicinais. Por causa de pendências na prestação de contas desses convênios, o Município está inadimplente com a Sedes e por isso não pode receber recursos para reabrir o Restaurante Popular.
Diante do problema, a Sedes encaminhou os convênios das estradas vicinais de Codó para Tomada de Contas Especial, instrumento de que dispõe a administração pública para ressarcir-se de eventuais prejuízos que lhe forem causados. Esse processo é revestido de rito próprio e somente instaurado depois de esgotadas as medidas administrativas para reparação do dano. A Tomada de Contas Especial foi aberta atendendo ao Ato Normativo nº da Procuradoria Geral do Estado, e terá 120 dias para apurar o caso.

O prefeito Francisco Nagib já reivindicou, por diversas vezes, ao governo estadual a reabertura do Restaurante Popular de Codó, sem saber da pendência gerada por seu antecessor junto à Sedes. Agora, sem ter como solucionar o problema anterior à sua administração, cabe a ele tomar as medidas administrativas cabíveis. Assim sendo, caberá ao prefeito Francisco Nagib, se não quiser ser solidário com esses desmandos da gestão de Zito Rolim, instaurar uma Tomada de Contas Especial e encaminhar ao Ministério Público codoense uma denúncia-crime por lesão ao patrimônio público.

Até onde vão os desmandos patrocinados pela administração caótica do ex-prefeito Zito Rolim? Até quando a população de Codó irá suportar tantos desmandos e pagar por aquilo que não fez?

9 comentários em: “ZITO ROLIM É O CULPADO PELO NÃO FUNCIONAMENTO DO RESTAURANTE POPULAR DE CODÓ. E AGORA PREFEITO NAGIB, VAI LEVAR O CASO AO MP, OU VAI COLOCAR DEBAIXO DO TAPETE?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *